Dois narizes num mar de plástico

Categoria
Teatro
Data
2019-03-07 10:00
Local
Auditório Acácio Barreiros

Festival Periferias

Dois palhaços estão perdidos num mar infinito, um numa ilha, outro nas ondas. O primeiro vai à pesca, o segundo sobrevive a boiar… Vem o isco e o quase afogado morde-o e é pescado. É pescado por quem? Pelo primeiro. Há tanto tempo no mar o segundo inchou, parece um bicho… O palhaço que era quase bicho volta a ser palhaço de corpo inteiro. Mas o primeiro quer que ele seja seu servo, que lhe sirva um capilé. Fica então o ex-afogado a fazer de criado. O outro, de casaca com galões dourados, adormece na sua cadeira de pescador, ao beber o capilé. De repente descobrem uma garrafa com uma carta escrita dentro sobre o golfinho voador. Essa carta diz que está escondido na onda mais alta da esquerda, está atrás da onda. Vão ter com ele e ele leva-os para a luz, subindo, voando, por dentro de um raio de luar. Em baixo, lá em baixo, que vêm eles e os seus narizes? Um mar de plástico.

 

Ficha artística e técnica

Companhia Teatro da Rainha | Direcção e guião original Fernando Mora Ramos | Criação conjunta de Nuno Machado, Fernando Mora Ramos, José Carlos Faria | Interpretação José Carlos Faria, Nuno Machado | Figurinos José Carlos Faria | Consultor de Movimento Carlos Borges | Tratamento plástico e adereços Margarida Dias Coelho e Mariana Sampaio | Iluminação e operação de luz António Anunciação | Sonoplastia e operação de som Filipe Lopes | Assistente de som e luz Sandra Teixeira (regime de voluntariado) | Construção e montagem António Anunciação e Filipe Lopes | Comunicação e públicos Nuno Machado Assistido por Carolina Rosa e Neuza Nunes | Ilustrações Fernando Mora Ramos fotografias Margarida Araújo | Imagem e grafismos José Serrão | Produção Ana Pereira e Teresa Almeida

Classificação etária: > 6 anos

Duração aproximada: 45 minutos (sem intervalo)

Preço: 5,00 euros

 
 

Todas as datas

  • 2019-03-07 10:00